segunda-feira, 21 de setembro de 2015

As árvores fazem colóquio....(Renata Bomfim)


É assim que as vejo, reunidas em colóquio, deliberando sobre a oxigenação/refrigeração e alimentação dos seres do planeta. Elas chegaram aqui antes de nós, são entidades sábias, considero as árvores verdadeiros "anjos da guarda"coletivos, pois não escolhem a quem vão beneficiar, atendem a todos com amor e resignação. 
A extrema admiração e carinho que sinto pelas árvores me levou a lhes dedicar o "Colóquio das árvores" que, segundo o pesquisador Fábio Mário da Silva, "se configura como uma leitura obrigatória àqueles que se sentem inclinados para um tipo de poesia que procura suscitar a relação entre sujeito poético e natura" pois, "tudo o que se fala tem intenção de tratar de um certo conjunto de forças que regem o universo, da relação entre o reino vegetal e o animal com a função poética". 
Hoje, dia 21/09 se comemora o dia da árvore, tempo propício para a reflexão e para plantar e cuidar das árvores. *Renata Bomfim. 

domingo, 20 de setembro de 2015

Reserva Natural Reluz, Marechal Floriano, rumo a se tornar uma RPPN



Reserva Natural Reluz é uma área particular, localizada em Marechal Floriano/ ES/ Brasil, totalmente destinada à preservação. O espaço possui 4,8 ha, sendo que 90% da mesma é de Mata Atlântica. Adquirimos essa porção de Mata há 8 anos com o intuito de transformá-la em um pólo de educação ambiental permanente aberto para as pessoas.
Em 2015 esse sonho ganha uma nova dimensão, aReserva Natural Reluz está sendo transformada em uma RPPN. Estamos providenciando os documentos necessários para que esse área seja preservada para sempre, independente de nós, tão pequenos frente a grandiosidade e importância da natureza. Te convido a sonhar junto comigo... 

As árvores

O que é uma árvore? quem é uma árvore? Indagações que me acompanharam por toda vida. Lembro da goiabeira da minha infância, amiga que me abrigava entre os galhos, me alimentava, me fazia sonhar. O tempo passou, a minha yggdrasil continua plantada no centro do mundo, é ela que vejo em todas as árvores que encontro pelo caminho. 
O tempo trouxe um tempo no qual me vi educadora socioambiental, falando para as pessoas sobre as árvores, defendendo as árvores, as vezes de forma radical, aos gritos, quando o diálogo não estava no horizonte de possibilidades. Muitas pessoas amam as árvores, mas outras, por ignorância, as torturam e matam. Onde vivo é comum ver árvores aneladas porque as suas folhas "sujam" a calçada, ou porque suas raízes "danificam" o muro. Os lenhadores da prefeitura são impiedosos. Quantos alagamentos nós enfrentamos porque ainda não entendemos que as árvores são necessárias, são vitais para o equilíbrio do planeta e de sua biodiversidade (o que nos inclui). Sem as árvores somos nada. Elas, que estão no planeta bem antes de nós, e que desafiam a gravidade estendendo os braços para o céu e sobre nós, derramando abundancia, fartura e frescor, merecem nosso respeito, nosso amor. As árvores abrigam os pássaros, as formigas e outros seres, elas nos humanizam. As árvores são entidades, são vivas, por isso quando passo perto de uma eu a saúdo, e quando vejo uma muda, sinto  o desejo de protegê-la. Não sei explicar essa loucura, (conversar com as árvores) acho que a goiabeira me ensinou a amar todas as árvores do mundo. Essa foi a motivação que fez existir a Reserva Natural Reluz. Eu vou passar, serei esquecida, mas elas ficarão, as árvores ficarão... para mim, é o que importa! ***RenataBomfim

O que é uma RPPN?

Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) é uma categoria de unidade de conservação criada pela vontade do proprietário rural, ou seja, sem desapropriação de terra. No momento que decide criar uma RPPN, o proprietário assume compromisso com a conservação da natureza.
Além de preservar belezas cênicas e ambientes históricos, as RPPNs assumem, cada vez mais, objetivos de proteção de recursos hídricos, manejo de recursos naturais, desenvolvimento de pesquisas cientificas, manutenção de equilíbrios climáticos ecológicos entre vários outros serviços ambientais. 

Atividades recreativas, turísticas, de educação e pesquisa são permitidas na reserva, desde que sejam autorizadas pelo órgão ambiental responsável pelo seu reconhecimento. 

fonte:wwFBrasil